Blog

13 certificações de TI muito valiosas hoje

Certificações continuam sendo uma maneira comprovada de ganhar habilidades rapidamente e demonstrar interesse e know-how em determinadas áreas
Fonte: IDG News Service, publicada em 14 de junho de 2017 às 21h23

Em TI, a experiência é rainha. No entanto, as certificações de TI continuam sendo uma ferramenta valiosa para avançar na carreira. Elas ajudam a crescer continuamente e a adaptar habilidades mais adequadas em momentos de transição como o que a área atravessa hoje.
O No Guia Salarial de 2017, da Robert Half Technologies, aponta as certificações de TI mais valiosas em várias áreas. As 12 listadas abaixo estão entre as mais indicadas para profissionais que desejam conquistar um novo emprego, aumentar seu salário, aumentar suas chances de promoção ou demonstrar conhecimento em áreas em evidência.

Certificações Microsoft

A Microsoft possui três certificações valiosas que abordam servidores, desktops, aplicativos, banco de dados e habilidades de desenvolvimento. Você pode obter diferentes níveis de certificação, começando com associado, chegando a mestre. A Microsoft organiza sua certificação por especialidades tecnológicas, com programas dedicados à mobilidade, nuvem, produtividade, gestão e análise de dados, desenvolvimento de aplicativos e desenvolvimento de aplicativos de negócios.
1. Microsoft Office Specialist (MOS) 
Os profissionais de TI com certificação MOS são especializados na Microsoft Office Suite, incluindo Word, Excel, Outlook, PowerPoint, Access, SharePoint, OneNote e Exchange. As certificações MOS são mais populares entre os gerentes de escritório, assistentes executivos e outros trabalhadores administrativos, mas John Reed, diretor executivo sênior da Robert Half Technology, diz que eles também são valiosos se você trabalha em computação em nuvem ou suporte técnico.
De acordo com dados da PayScale, o salário médio para a certificação MOS varia de US$ 45 mil e vai até US$ 65 mil por ano

2. Microsoft Certified Solutions Expert (MCSE) 
A certificação MCSE é mais adequada para quem trabalha com servidores, redes, nuvem privadas, sistemas de dados, dispositivos corporativos, aplicativos de negócios ou armazenamento. Existem várias subcategorias para escolher, incluindo aplicativos de negócios, plataforma e infraestrutura de nuvem, gerenciamento e análise de dados, mobilidade e produtividade.
A certificação MCSE é popular entre os gerentes de TI, diretores, administradores de sistemas, engenheiros de sistemas e administradores de rede.
De acordo com dados da PayScale, o salário médio para certificação MCSE varia de US$ 50 mil a US$ 145 mil pos ano.

3. Microsoft Certified Solutions Developer (MCSD) 
A Microsoft promete que a certificação MCSD irá ajudá-lo a “ser contratado, demonstrar um impacto comercial claro e ampliar habilidades avançadas”. Esta certificação concentra-se na construção de aplicativos projetados especificamente para produtos Windows – uma habilidade que será especialmente valiosa para empresas que esteja, envolvidas com o desenvolvimento de aplicativos internos personalizados.
Os títulos mais comuns associados a uma certificação MCSD são engenheiros de software, arquiteto, desenvolvedor e programador.
O PayScale relata que, dependendo do seu cargo, os salários médios para a certificação MCSD começam em US $ 50 mil e vão até US $ 150 mil por ano.

Certificações ISACA
A ISACA foi originalmente fundada em 1967 como a Associação de Auditoria e Controle de Sistemas de Informação, mas agora la sigla para reconhecer a “ampla gama de profissionais de governança de TI” que a organização atende.

4 . Certified Information Systems Auditor (CISA) A ISACA descreve a certificação CISA como uma “certificação globalmente reconhecida para o controle de auditoria IS”. Ela se concentra em demonstrar suas capacidades em todas as etapas do processo de auditoria, sua capacidade de informar sobre procedimentos de conformidade e quão bem você pode avaliar vulnerabilidades.
As certificações CISA são comumente associadas às funções de auditoria de TI, incluindo o auditor sênior de tecnologia da informação, o gerente de segurança da informação e o analista de segurança.
Os dados da PayScale mostram que o salário médio da certificação CISA começa em US$ 48 mil, chegando a  US$ 171 mil por ano.

5. Certified Information Security Manager (CISM) 
Para obter uma certificação CISM , você precisa de pelo menos “5 anos de experiência em segurança da informação e três anos como gerente de segurança”, diz Reed. A certificação é especificamente adaptada para os trabalhadores responsáveis ​​pela construção, concepção e gestão de iniciativas de segurança empresarial.
As certificações CISM são mais adequadas para profissionais de segurança de TI, tais como gerentes de segurança de informações, escritórios de segurança, analistas de segurança, CIOs e arquitetos de segurança de TI.
De acordo com PayScale, dependendo do seu cargo, o salário para a certificação CISM varia de US$ 59 mil a US$ 225 mil por ano.

6. Certified in Risk and Information Systems Control (CRISC) 
A ISACA considera a certificação CRISC como a “única que prepara e habilita os profissionais de TI para os desafios da gestão de riscos corporativos e de TI e posiciona-os para tornarem-se parceiros estratégicos para a empresa”.
Esta certificação de segurança de informações demonstra suas habilidades em gerenciamento de risco , avaliação, mitigação, resposta, monitoramento e elaboração de relatórios.
A certificação CRISC é mais adequada para auditores de TI, CIOs, agentes de segurança de informações, gerentes de auditoria de sistemas e gerentes de segurança.
Dados PayScale mostram que o salário médio para a certificação CRISC pode variar de US$ 93 mil a US$ 18 mil ao ano, dependendo do seu título de trabalho.

7. Certified in the Governance of Enterprise IT (CGEIT)
 A certificação CGEIT mostra aos empregadores que você é especialista em um conhecimento valioso: a governança. A importância da TI só cresce à medida que a tecnologia domina a empresa, então as empresas querem contratar alguém que possa gerenciar as complexidades da conformidade. Reed assinala que esta é uma das “certificações mais procuradas em TI, endereçando os salários mais altos”.
A certificação CGEIT é mais comum para funcionários de nível superior, incluindo vice-presidente de TI, diretor de TI, gerente de segurança de TI e CIO.
Os dados da PayScale mostram que o salário médio da certificação CGEIT varia de US$ 127 mil a US$ 140 mil por ano.

Computação em nuvem
A computação em nuvem surgiu como uma plataforma crucial para empresas modernas, para armazenar e gerenciar enormes quantidades de dados e hospedar aplicativos e infraestrutura. Como resultado, habilidades e certificações de computação em nuvem podem ajudar a crescer na carreira e, com a certificação certa, até aumentar seu salário.

8. MCSE: Cloud Platform and Infrastructure 
A MCSE Cloud Platform e Infrastructure é uma subcategoria da certificação MCSE citada acima. Esta certificação concentra-se unicamente nas tecnologias da nuvem da Microsoft, que incluem áreas como armazenamento, redes, virtualização e gerenciamento de sistemas e de identidade, diz Reed.
A certificação MCSE é mais valiosa para gerentes de TI, diretores, administradores de sistemas, engenheiros de sistemas e administradores de rede.
Dados do PayScale mostram que o salário médio da certificação MCSE varia de US$ 47mil a US$ 145 mil por ano.

9. VCP6 – DCV
 A mais recente certificação VCP da VMWare, VCP6 – DCV , visa especificamente habilidades para solucionar problemas de infraestruturas vSphere V6. É uma das certificações mais populares, globalmente. Para obter esta certificação, você deve primeiro ser certificado pela VCP, que é o nível básico do programa de certificação da VMWare.
A certificação VCP é mais adequada para administradores de sistemas, gerentes de TI e engenheiros de sistemas.
Os dados do PayScale mostram que o salário médio para a certificação VCP varia de US$ 48 mil a US$ 126 mil por ano.

10. AWS Certified Solutions Architect – Professional
 A AWS continua a ser a principal plataforma de nuvem, e o seu programa AWS Certified Solutions Architect – Professional destina-se a profissionaisde TI que procuram projetar aplicativos e sistemas distribuídos na AWS. Os candidatos são obrigados a possuir as certificações AWS Certified Solutions Architect – credenciais associadas, bem como dois anos de experiência na AWS.
Como a certificação exige trabalho prévio com a AWS, é mais adequada para administrações de TI, engenheiros de sistemas e desenvolvedores familiarizados com a nuvem da Amazon. O salário médio do AWS Certified Solutions Architect – Professional é de US$ 125 mil.
Gerenciamento de Projetos
O gerenciamento de projetos é crucial no desenvolvimento de hardware e software – é assim que as empresas podem supervisionar o processo de desenvolvimento, do início ao fim. Os gerentes de projetos são responsáveis ​​por empurrar produtos através do ciclo de desenvolvimento e garantir que eles sejam devidamente mantidos quando lançados. Para um profissional de TI, uma certificação no gerenciamento de projetos pode demonstrar proficiência no planejamento, agendamento, organização, execução de projetos e resultados sólidos.

11. Certified Associate in Project Management (CAPM)
 A certificação CAPM é oferecida através do Project Management Institute (PMI). É  uma “credencial de entrada ideal”. Uma certificação CAPM ajudará aqueles que apenas começam no gerenciamento de projetos a desenvolver suas habilidades e conhecimentos para ganhar mais experiência.
As certificações CAPM geralmente são melhores para gerentes de projeto, coordenadores de projetos e analistas de negócios de TI. O salário médio para a certificação CAPM dependerá do título do trabalho e da antiguidade, mas os dados do PayScale mostram que o salário médio varia de US$ 35 mil a US$ 129 mil por ano.

12. Project Management Professional (PMP)
 A certificação PMP também é oferecida através do PMI, mas adota uma abordagem mais avançada para o gerenciamento de projetos. O PMI afirma que uma certificação no PMP permitirá que você “trabalhe em praticamente qualquer setor, com qualquer metodologia e em qualquer local”. Para fazer o exame, aqueles que possuem um diploma de quatro anos precisam de 3 anos de experiência em gerenciamento de projetos, 4.500 horas liderando projetos, e 35 horas de educação em gerenciamento de projetos. Com um diploma secundário, você precisará de 5 anos de experiência, 7.500 horas de liderança e projetos diretores e 35 horas de educação em gerenciamento de projetos.
Os profissionais de TI que podem se beneficiar mais de uma certificação PMP incluem gerentes de projetos de TI, diretores de operações e diretores de TI.
A PayScale relata que o salário médio para certificação PMP começa em US$ 58 mil e vai até US$ 177 mil por ano.

13. Certified Scrum Master (CSM)
 Uma certificação CSM irá demonstrar suas habilidades com Scrum. A utilidade do Scrum expandiu-se para além da indústria de tecnologia, como uma estrutura para gerenciar qualquer projeto de negócios de grande escala, tornando-se uma habilidade ainda mais valiosa para o seu currículo.
As certificações CSM são mais adequadas para gerentes de projeto de TI e engenheiros de software.
Dados da PayScale mostram que o salário médio para a certificação CSM varia de US$ 56 mil a US$ 142 mil por ano.



Log In

Create an account